30.12.06

Emoções à flor da pele


Pensamentos
Tormentos ou alentos ...
palavras que a caneta
não exprime
reprime ...
restrinção da expressão
por não ter dom e visão
Vazio de sentimentos
rodopiar, turbilão
... de sentidos
contidos
numa mente desprovida
tão oca e vazia
como as palavras
desta poesia


(Escrito em Março de 2000)

23.12.06

A Vida a PB


Dizem que as cores não existem, mas o que seria o mundo se não pudessemos ver cores?! Tudo teria um ar pesado e deprimente como a pobreza a que tanto teimamos fechar os olhos ... contra mim falo.

É importante ganhar essa consciência. É o ponto de partida para uma mudança e basta querer, pois querer é poder mesmo que por vezes o nosso esforço pareça inglório, pareça que não surte efeito ... na verdade fazemos a diferença ao estarmos mais próximo dos que nada têm, mas que têm tanto para dar!

Tenho uma amiga que é a pessoa mais linda que conheço! Tem uma luz interior imensa e o Dom de ajudar os que mais precisam. É a pessoa que melhor me compreende e em quem consigo encontrar mais pureza. A nobreza de carácter que falta à maioria das pessoas. É uma mulher com uma força enorme e um grande gosto pela vida.

Ela realiza trabalho comunitário nos "Samaritanos de Gaia", uma instituição de caridade que ajuda os mais carênciados e os sem abrigo da cidade do Porto. A minha amiga efectua rondas noturnas distribuindo roupa e alimento, mas essencialmente ela distribui carinho e amor.

As pessoas sentem a sua falta quando não pode efectuar as rondas e fazem questão de lho dizer timidamente ... ela tem sempre gestos e palavras amigas para os aconchegar. Este ano vai passar a noite de Natal no "Samaritanos de Gaia", na companhia desta gente tão necessitada de atenção e ... quem não precisa desse abraço? Vendo bem todos nós somos sem abrigo ... uns mais outros menos, mas todos nós precisamos de carinho.

A minha amiguita diz que dá muito àquelas pessoas, mas recebe muito mais em troca. Aquelas pessoas conseguem dar-lhe mais valor e fazê-la sentir-se mais amada do que algumas das pessoas que habitam o seu dia-a-dia e a quem já deu muito mais.

Um grande bem haja para ti, querida amiga, e como costumo dizer - vieste ao mundo para ajudar os mais necessitados ... foi esse o grande Dom que Deus te deu!!

21.12.06

Já é Noite

Quando aqui subi, o crepúsculo inundava o céu de laranja e rosa. Uma leve e quente brisa pairava no ar, podia senti-la no meu cabelo, no meu corpo. Mas, já é noite e eu nem sequer me tinha apercebido, de tal forma voa o tempo quando nos sentimos bem, quando sentimos uma enorme paz a invadir o nosso espirito. O corpo fica leve e a alma funde-se com a natureza.

Agora é a Lua quem reina resplandecente sobre um azul escuro coroado de pequenos pontos reluzentes. Ouço um lobo solitário a uivar. Consigo vê-lo daqui. Está num penhasco mais além, sobre uma enorme rocha de forma arredondada. Ele uiva à sua rainha como se lhe pedisse vassalagem, como se lhe quisesse mostrar que é seu fiel seguidor, quem sabe se seu eterno amante. Mais perto ouço o piar de uma coruja. Ela sabe que chegou a sua vez de caçar. Na penumbra da noite perscruta, como os seus flamejantes círculos, todos os mínimos movimentos e sons, e sem hesitar lança-se como um raio fulminando a sua vítima.

É tarde ... é melhor ir embora. Lá em baixo, as luzes da aldeia já estão acesas. Consigo ver a pálida luz que emana dos candeeiros das ruelas e vejo que nas casas também já os acenderam, pois as suas luzes trespassam os vidros das janelas. É melhor ir, podem ficar preocupados com a minha longa demora. Pois já é tarde.


Obrigada por disponibilizares esta foto, Caçador do Tempo :-)

18.12.06

Como as Asas dos Anjos


Ouço o cântico dos pássaros
ao alvorecer,
o sol explode
Com toda a sua luz
o céu ilumina-se
e a vida deslumbra-se.
Perco-me nas vagas
de um mar sem fim
entrelaçado no céu
como um véu protector,
acolhedor,
suave e terno
como a natureza
como as asas dos anjos
presenças invisíveis aos olhos
mas tão sentidas pela alma

17.12.06

Acima dos Pensamentos


Acima do turbilhão de pensamentos paira uma paz imensa ... uma brisa dançante e leves presenças que nos fazem voar para fora destas cidades ausentes.

16.12.06

Espreitei pela janela ...



... os vidros sujos e embaciados deixavam vislumbrar um barco que se aproximava ... atracou e lançou amarras como que se agarrasse à vida que ninguém pode viver por si. Um mar de sonhos que se perde no horizonte e traz em si a esperança de um dia conseguir alcançar o que mais se procura.

13.12.06

Na ponta da caneta


São tantas as vezes que, através da caneta, passamos para o papel uma miriade de ideias, sentimentos e cores!

Decidi passar esses devaneios pelas teclas do computador, partilhar e convidar-te a partilhar pensamentos e criatividades que pairam no ar :-)

12.12.06

Chocolate Preto Chocolate Branco

...o yin e o yang da vida. Ora mais amarga ora mais doce, consequência das experiências vividas ... momentos tristes momentos felizes, momentos de amargura momentos de ternura, euforia, alegria. Tudo importa tudo conta ... conta a forma como saboreamos cada momento. Importa a forma positiva como conduzimos o trigo ao nosso moinho e fabricamos o pão ... o nosso caminho.

Negativo vs Positivo
Yin vs Yang
Preto vs Branco
Amargo vs Doce